Casa Tecnologia Viasat assume controle de empresa europeia que detinha com Eutelsat

Viasat assume controle de empresa europeia que detinha com Eutelsat

por Alberto Lima


A operadora satelital Viasat anunciou a aquisição do total do capital da empresa de atacado Euro Broadband Infrastructure (EBI). A companhia detinha participação de 49%, enquanto os demais 51% eram detidos pela Eutelsat. Segundo a operadora nesta quinta-feira, 19, a aquisição (e fim da parceria com a concorrente) tem como objetivo acelerar a estratégia de banda larga na Europa antes do lançamento do satélite da classe ViaSat-3, em 2022. 

A transação, que dá agora à Viasat o controle total, com 100% do capital da EBI, teve valor de 140 milhões de euros, sujeitos a ajustes de capital e dívida líquidos. A compra será feita com caixa disponível, resultando em 50 milhões de euros de retirada de caixa e aproximadamente 90 milhões de euros do caixa da própria EBI à vista. 

O fechamento da operação é esperado para o primeiro trimestre de 2021, a depender das aprovações usuais necessárias. Dois anos depois da transação, o valor total poderá ser ajustado para mais ou para menos 20 milhões de euros, a depender do desempenho de certas métricas financeiras da EBI.

Controle de satélite

Com a operação, a Viasat passa a deter também o satélite KA-SAT, além de infraestrutura relacionadas que eram inicialmente da Eutelsat. O acordo prevê que a Eutelsat continue prestando serviços por um período transacional, incluindo a operação terrestre desse satélite. A Viasat/EBI, por sua vez, vão assumir a base de assinantes da divisão Bigblu Broadband Europe, até então da Eutelsat.

A EBI atua no atacado nos mercados da Europa e Mediterrâneo. Com a aquisição a Viasat espera ampliar a penetração e capacidade de negócios – ela já atua em alguns países com banda larga residencial, como Espanha, Noruega e Polônia, além de serviços de conexão embarcada em aeronaves (IFC, na sigla em inglês) em sete países europeus. Será nesse contexto que a operadora lançará o segundo satélite da classe ViaSat-3 em 2022, que deverá cobrir a Europa, Oriente Médio e África.

“Ao conseguir controle total do KA-SAT, a Viasat poderá expandir mais o crescimento do negócio de mobilidade, assim como estabelecer operações e presença de mercado antes do lançamento do serviço do ViaSat-3, incluindo a introdução de novas capacidades que permitem serviços residenciais de alta capacidade e velocidade ‘tipo ViaSat-3’ em seletos mercados europeus”, declara em comunicado o COO da operadora, Keven Lippert.



Fonte Teletime

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies