Casa Tecnologia TIM utilizará 4G para conectar carros da Fiat, Jeep e Ram

TIM utilizará 4G para conectar carros da Fiat, Jeep e Ram

por Alberto Lima


CIO da FCA, André Souza

A TIM e a Fiat Chrysler Automóveis (FCA) deverão lançar uma plataforma de conectados no primeiro trimestre de 2021. A parceria foi anunciada nesta quarta-feira, 28, mas as companhias dizem que estava em desenvolvimento “há anos”. Por meio do acordo, a operadora fornecerá conectividade embarcada por meio de eSIM em carros das marcas Fiat, Jeep e Ram, oferecendo acesso Wi-Fi

“Hoje estamos fazendo a divulgação formal da parceria, mas o trabalho está sendo feito há anos”, diz o diretor de corporate solutions da TIM, Paulo Humberto Gouveia. Ele diz que houve envolvimento das sedes na Itália, mas que houve processo criterioso nas negociações. 

Segundo o CIO da FCA, André Souza, a parceria foi feita com a TIM por conta da cobertura 4G da operadora no País e pela plataforma do chip virtual, que conecta na caixa de módulo telemática (TBM) – o modem embarcado no veículo. “Nem todas as operadoras no Brasil possuem uma plataforma que permite esse tipo de integração e ativação via eSIM, e a TIM tem”, afirma. 

Souza explica que a TBM equipada com o eSIM é um modelo global que o grupo já utiliza nos Estados Unidos e na Europa, com requisitos técnicos de cada país (como frequências específicas). Assim, o equipamento que será fabricado no Brasil também deverá ser exportado. “É uma solução que pretendemos sim levar a outros países”. 

O executivo explica ainda que o fato de ambas as empresas serem italianas foi um dos fatores, mas a FCA tem buscado na Europa parcerias com operadoras virtuais (MVNOs). “No Brasil optamos por uma MNO, por todas as potencialidades, no caso específico da TIM, que pode trazer para a gente”, coloca. 

Serviço

O serviço ainda não tem preço, velocidade ou franquia divulgados. Conforme explica Souza, algumas dessas características deverão ser um diferencial da plataforma no lançamento em 2021.

Conforme explicam as empresas em comunicado, a ideia é “por exemplo, dar a partida remotamente no veículo e acionar o ar-condicionado ou o aquecedor para garantir a temperatura interna ideal antes mesmo da entrada no carro. Também permitirá a identificação remota de eventuais falhas no veículo com a possibilidade de diagnósticos mais ágeis e precisos. Tudo isso graças aos sensores conectados, que enviam dados continuamente para a FCA.”

O usuário ativará o perfil e a configuração inicial do serviço no carro, etapa chamada de “enrollment”. As companhias não detalharam qual sistema operacional será utilizado, mas chamam a interface com o cliente de “infotainment” por trazer a junção de serviços de informação de entretenimento. A ideia é levar conteúdo e serviços já disponíveis da TIM, por exemplo, ou permitir o desenvolvimento de novas aplicações por meio da API disponibilizada. 

Entre os serviços que deverão ser ofertados está oferta de serviços com a bandeira de cartões Visa e com a rede de lanchonetes McDonald’s. Além disso, foi mencionada a integração com assistentes digitais como Alexa, da Amazon, e Google Home.

Conectividade

A tecnologia oferecida é o 4G. Além de a cobertura 5G ser incipiente no mundo e ainda carecer de disponibilização de frequências dedicadas por meio do leilão no Brasil, a FCA entende que o LTE já é suficiente para entregar as soluções que se pretendem ser ofertadas. “No Brasil estamos participando muito ativamente [de discussões] com o governo para entender a aplicação e a melhor maneira de capturar oportunidades que o 5G vai trazer. Mas não é o foco no momento, todas as funcionalidades podem ser habilitadas com performance adequada a partir do 4G”, reitera André Souza.



Fonte Teletime

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies