Casa Tecnologia TIM promove expansão comercial em São Paulo com nova sede em Campinas

TIM promove expansão comercial em São Paulo com nova sede em Campinas

por Alberto Lima


A TIM deve promover ao longo do ano e em 2021 a expansão da presença comercial no estado de São Paulo. A companhia, que já tem sede na capital, vai ampliar a operação, além de incluir uma nova sede em Campinas, destinada para cuidar do interior paulista – entorno de Ribeirão Preto e São José do Rio Preto – e a região da Baixada Santista. 

A estratégia foi comunicada nesta quinta-feira, 8, em coletiva de imprensa online. Além da parte administrativa, a TIM abrirá 63 novas lojas, das quais 42 até o final do ano – e pelo menos 18 dos estabelecimentos antes da Black Friday. Desse total, 60% devem ser no interior de São Paulo.

De acordo com o presidente da operadora, Pietro Labriola, o investimento para essa expansão comercial está dentro do guidance e do plano industrial para o triênio, mas o retorno só deverá vir em 2021. “Nós acreditamos em oportunidade de crescimento para o próximo ano, então não haverá breakeven nos próximos três meses em um projeto como esse”, declarou. A companhia não revelou o total investido.

Segundo o diretor comercial da TIM em São Paulo, Bruno Vasconcellos, haverá aumento de 40% na capacidade da operadora, passando a 176 lojas no estado. “Estamos focando onde não tínhamos lojas, e isso não vai parar em 2020, continuaremos com mais 21 lojas em 2021. Já estamos negociando os pontos e está tudo planejado.” A abertura da sede em Campinas também permitirá a segregação de parceiros varejistas para regiões específicas no interior, de acordo com o DDD.

Oi

A possibilidade de aquisição da Oi também é um fator para abrir novas lojas, segundo explica Pietro Labriola. Isso porque o local é escolhido conforme a demanda de clientes existentes e o potencial de novos contratos. Após uma eventual incorporação da concorrente fatiada, o executivo acredita que a base será redistribuída entre TIM, Claro e Vivo, permitindo uma maior base de clientes maior e, consequentemente, maior oportunidade de lojas.

PMEs

A ideia da TIM é também passar a oferecer nesses pontos comerciais o atendimento a pequenas e médias empresas. A companhia deverá oferecer um plano TIM Black Empresas, que contará com entre cinco a oito chips, e um pacote de serviços de produtividade, como suítes do Google e da Microsoft, e plataformas de criação de websites para o empreendedor. 

“Por enquanto, estamos falando do serviço básico que vai ser mais necessário para qualquer atividade, mas acredito que rapidamente vamos para um serviço de email certificado, como há na Europa, que tem validade legal”, afirma Labriola. “Será algo que com certeza teremos no Brasil nos próximos meses, e deveremos anunciar em coletiva no primeiro trimestre de 2021.”



Fonte Teletime

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies