Casa Tecnologia Semeghini deixa MCTI e vai para a iniciativa privada

Semeghini deixa MCTI e vai para a iniciativa privada

por Alberto Lima


O ministro Marcos Pontes anunciou oficialmente que Julio Semeghini não está mais no cargo de Secretário-Executivo do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). O Diário Oficial da União desta sexta-feira, 23, já conta com a publicação da exoneração de Semeghini da função e com a nomeação do major-brigadeiro Leônidas de Araújo Medeiros Jr., que era o subcomandante da Escola Superior de Guerra (ESG), para o cargo.

Em vídeo publicado na noite desta quinta-feira, 22, Semeghini agradeceu à Pontes a oportunidade de liderar um processo de reformulação da agenda regulatória da inovação e comunicações no Brasil e disse que agora segue para a iniciativa privada.

“Eu fiquei surpreso com a tua capacidade de montar estratégia, montar equipe e contar com o apoio do presidente Jair Bolsonaro para as tarefas desenvolvidas”, disse Semeghini à Pontes. O ex-secretário também recebeu elogios dos servidores da casa pelo trabalho desenvolvido junto à Secretaria-executiva da casa.

Semeghini também disse que sai satisfeito do cargo e elogiou o diálogo que Pontes criou com o setor de comunicações e o Congresso Nacional. O ex-secretário afirmou ainda que Pontes conseguiu avançar em temas históricos do setor de telecomunicações, ao garantir os decretos importantes, como a Lei de Informática e Lei das Antenas.

“Muitas coisas estão construídas e prontas para acontecer, inclusive precisam acontecer, como a desoneração entre os dispositivos de IoT. Isso é necessário para que tenhamos uma política pública nessa área”, pontuou o ex-secretário. Pontes reconheceu a atuação de Semeghini no processo de facilitação para que esses documentos ganhassem vida.

Atuação

Julio Semeginhi é figura já conhecida do setor de telecomunicações. Quando deputado, foi membro da Comissão de Ciência, Tecnologia e Informação (CCTCI) da Câmara. Além de ser autor da Lei das Antenas quando deputado federal, também foi o responsável pela sua regulamentação, garantindo o silêncio positivo, atendendo demanda histórica do setor de telecomunicações.

Semeghini confirmou que agora partirá para a iniciativa privada. “Agora, depois de algumas coisas encaminhadas, vou voltar para aquilo que já tinha sido meu plano de alguns anos atrás, que é a iniciativa privada”.



Fonte Teletime

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies