Casa Ciências Pássaro bate recorde mundial ao voar mais de 12.000 quilômetros

Pássaro bate recorde mundial ao voar mais de 12.000 quilômetros

por Alberto Lima


Um fuselo (Limosa lapponica), também conhecida como chalreta, quebrou um recorde mundial ao voar por mais de 12 mil quilômetros, sem fazer nenhuma escala. Para que isso pudesse ser possível, a ave fez o percurso saindo do Alasca em direção a Nova Zelândia. Até o presente momento, esse é o voo mais longo já registrado pelos especialistas feito por um pássaro, sem a necessidade de pausas ao longo do trajeto.

Processo de migração entre dois continentes

Conhecidos por serem grandes e extremamente barulhentos, essa espécie de pássaro faz essa migração constantemente, por ser uma rota necessária para sua sobrevivência. No entanto, dentre todo o conjunto de indivíduos que estavam fazendo esse trajeto, um deles se destacou.

LEIA TAMBÉM: Este pássaro raro é macho de um lado e fêmea do outro

E foi com a ajuda dos ventos provenientes do Leste, que o pássaro bateu o recorde mundial ao voar quilômetros sem parar, até chegar ao final de sua jornada. Mesmo esse percurso sendo quase uma rotina, essa é a primeira vez que uma ave dessa espécie consegue voar por tanto tempo, sem ficar cansado o suficiente para descansar.

Fuselos se alimentando no rio Yalu, na província de Liaoning, China. (Ding Li Yong / BirdLife International)

Para que fossem monitorados durante todos os momentos, os pesquisadores colocaram etiquetas de identificação coloridas na perna do animal. O indivíduo que bateu tal recorde estava identificado como “4BBRW”, e a sua coloração possuía a seguinte ordem: azul, azul, vermelho e branco. Essas etiquetas serviam para acompanhar o momento de migração em tempo real via satélite.

LEIA TAMBÉM: Estes pássaros podem voar por seis meses sem parar

De acordo com o relato publicado pelo The Guardian, as aves saíram do sudoeste do Alasca no dia 16 de setembro em direção a Nova Zelândia. Antes do grande dia, elas passaram alguns meses se alimentando nas planícies do Alasca, para que pudessem sobreviver a tanto tempo sem comida. Um fato interessante acerca dessa espécie é que elas conseguem encolher seus órgãos após se alimentarem, para não viajar com muito peso.

Recorde mundial de voo é quebrado por um fuselo

Logo após saírem do Alasca, o recordista e seus companheiros de voo pousaram em uma baía próximo a Auckland, situada na Nova Zelândia, 11 dias após a sua partida. De acordo com o sinal recebido via satélite, o fuselo conseguiu percorrer incríveis 12.854 quilômetros.

LEIA TAMBÉM: Por que os pássaros sobreviveram ao asteroide que extinguiu os dinossauros?

Entretanto, devido aos erros que podem ocorrer no momento do arredondamento, estima-se que a distância final tenha sido 12.200 km. Conforme foi observado pelos pesquisadores, a ave registrou uma velocidade média de 89 km / h, variando conforme as mudanças climáticas o atingiam.

fuselo e sua incrível habilidade em voos longos
Os fuselos são voadores impressionantes, escalando milhares de quilômetros sem parar. (Shutterstock)

Segundo os dados fornecidos pela National Geographic, o último recorde registrado de um voo mais longo e sem escala foi realizado por uma fêmea da mesma espécie, a fuselo. Essa fêmea voo 11.500 km durante o processo de migração, no ano de 2007. O ato de voar por um longo período é um fato incrível, mas principalmente cultural para os habitantes da Nova Zelândia.

De acordo com a National Audubon Society, esse pássaro é simbólico e representa que coisas boas estão por vir. Para os cientistas, é esperado que o 4BBRW e os outros companheiros retornem para o Alasca em março. No entanto, esses indivíduos irão fazer uma parada na China, próximo ao Mar Amarelo, para que possam se alimentar. O monitoramento no pássaro que bateu o recorde mundial continuará até o seu retorno.



Fonte Socientifica

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies