Casa Tecnologia Para Balbino, não há impeditivos para mercado secundário no leilão de 5G

Para Balbino, não há impeditivos para mercado secundário no leilão de 5G

por Alberto Lima


O superintendente de Competição da Anatel, Abraão Balbino, pontuou que o leilão do 5G pode ensejar uma entrada de novos players, assim como a proposta do modelo de redes neutras. Conforme disse ele em evento promovido pelo portal Tele.Síntese nesta sexta, 2, não há impeditivos para entrantes também para a atuação no atacado.

Mas Abraão ressaltou que no caso do leilão das faixas do 5G, quem adquiriu as frequências é o responsável pelas obrigações contidas no edital. “Se o adquirente vai ofertar diretamente ou fazes acordos com pequenos provedores para garantir essas obrigações, tanto faz. Mas é ele, o adquirente das frequências, é o responsável pelas obrigações”. Isso aponta que tanto o modelo de redes neutras quanto o leilão do 5G serão formas de criar mais competitividade no setor, finalizou o representante da Anatel.

De acordo com o superintendente, o novo regulamento de uso espectro que está em elaboração pela Anatel vai abordar tanto o mercado secundário quanto o uso do espectro em caráter secundário para tratar desses casos. “No Regulamento, vamos criar incentivos e garantias e condições para facilitar empresas a terem acesso a espectro de outras operadoras”, disse Balbino.



Fonte Teletime

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies