in

Observador de pássaros encontra tesouro celta de dois milênios


O tesouro celta de dois milênios equivale a mais de um milhão de dólares, em valores atuais. Um observador de pássaros britânico o encontrou em setembro de 2020 enquanto observava pacientemente um urubu. Nesse dia, dois colegas seus tropeçaram no tesouro.

Os celtas foram uma grande família de povos e etnias da Europa. Após um longo convívio com os romanos, essas tribos sumiram lentamente, ao passo que se tornaram cristãs. Hoje, algumas línguas celtas ainda existem em alguns pontos da Europa, como a França e alguns pontos nas ilhas britânicas. 

Revolta de Boadicea

As moedas datam de um período específico. No primeiro século da Era Comum, Boadicea, a rainha dos icenos (na atual Inglaterra), liderou uma revolta contra os romanos na Grã-Bretanha. Nessa época, o famoso Imperador Nero comandava Roma.

Gravura de Boadicea, por William Sharp, de 1793.

A revolta das tropas e aliados de Boadicea ocorreu entre os anos 60 e 61 EC. O Império romano se expandia por toda a Europa, e naquele momento tentava dominar as ilhas britânicas, um dos inúmeros territórios de povos celtas.

Na verdade, eles já influenciavam o local, já que o marido de Boadicea,  Prasutagos, aliou-se aos romanos. Mas com a morte do rei, o Império Romano ignorou o testamento e a passagem do trono para ela – coisas que o procurador romano Cato Deciano assumiu. Então, os povos locais se revoltaram contra os romanos. No entanto, essas revoltas não funcionaram, e Boadicea se suicidou.

A partir de então, ela tornou-se uma heroína britânica, e até os dias de hoje é admirada no Reino Unido. Ela inspirou inúmeras histórias, livros e filmes ao longo do tempo. 

O tesouro celta de dois milênios

Ao enxergar um brilho de longe, o atencioso observador de pássaros notou um brilho em um campo arado. Ao se aproximar e limpar o objeto, notou que tratava-se de uma antiga moeda de ouro. O homem, então, voltou para a casa e buscou seu detector de metais. Com o instrumento passou algumas horas buscando e encontrou um total de 1300 moedas celtas que datam de entre os anos 40 e 50 EC.

(Treasure Hunting)

Conforme os especialistas, cada uma das moedas vale cerca de 650 libras esterlinas. Então, no total, valem 845 mil libras esterlinas, valor que ultrapassa o um milhão de dólares, ou quase 6 milhões de reais, na cotação atual da moeda britânica no Brasil. O recorde anterior pertencia a Wickham Marke, do condado de Suffolk, na Inglaterra. Ele encontrou, no ano de 2008, um total de 850 moedas celtas. 

“Embora eu seja um grande detector, naquela noite eu estava observando pássaros”, diz o novo recordista, cuja identidade permanece em segredo, ao Daily Mail. “Depois de assistir a uma briga aérea entre um urubu e um par de pegas, olhei para baixo e vi algo caído em um pedaço de solo arado profundo que corria ao redor da borda do campo”.

“As moedas constituem uma contribuição substancial, senão enorme, para o nosso conhecimento acadêmico de numismática e, sem dúvida, serão objeto de muitas avaliações nos próximos anos”, disse Jules Evans-Hart, editor da revista Treasure Hunting também ao Daily Mail.



Fonte Socientifica

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0