Casa Ciências O que são os necrófagos e qual a sua importância para os ecossistemas?

O que são os necrófagos e qual a sua importância para os ecossistemas?

por Alberto Lima


Os necrófagos, conhecidos em algumas localidades como comedores de carniça, possuem um hábito alimentar peculiar. Eles se alimentam de restos de animais mortos, assim como de material vegetal, que estejam em estado de decomposição.

Quando um animal morre, seja devido a um ataque ou de causa natural, esse é o momento em que os comedores de carniça irão aproveitar para se alimentar. Eles possuem um grande papel na cadeia alimentar, onde ajudam o ecossistema a livrar-se das carcaças dos animais que foram mortos, ao consumir a biomassa em decomposição.

Quais animais comem carniça?

Para que a cadeia alimentar tenha um bom funcionamento, é necessário que cada indivíduo respeite o nível trófico ao qual foi inserido. Portanto, mesmo que algumas informações sejam mais específicas, existem outros necrófagos além dos urubus.

Os abutres são aves que também possuem hábitos de necrofagia, no qual se alimentam somente com restos de animais que estão em decomposição. Mesmo estando sempre voando alto, essa ave possui adaptações biológicas que o permitem localizar um animal morto em algum lugar na terra.

Uma outra característica particular dos abutres, é a falta de penas em sua cabeça. Isso acontece para prevenir que, durante a sua refeição, bactérias sejam transferidas dos restos animais, para o seu corpo. As borboletas são consideradas animais necrófagos. Esses exuberantes insetos alimentam-se de feridas expostas em ovelhas ou gado, para conseguir nutrientes.

Confira: Quais são os tipos sanguíneos?

Em alguns casos, o gado aparenta estar completamente saudável, porém, após um pouso de uma borboleta, a carne ao redor da ferida pode ter sido o alimento desse inseto.

Apesar de serem classificadas como carnívoras tradicionais, as hienas também são necrófagos e se precisarem, vão se alimentar de carcaças. Isso acontece, principalmente, quando o indivíduo está solitário, uma vez que não possui aliados o suficiente para brigar com um leão, por exemplo. Quando estão em bando, as hienas costumam trabalhar em equipe, para caçar antílopes e outras criaturas.;ç Até mesmo gatos já se alimentando de animais em decomposição.

hienas são animais necrófagos

Qual a importância dos necrófagos para o ecossistema?

Com a constante expansão dos centros urbanos, os necrófagos possuem uma grande importância para o território onde estão. Assim, no momento em que um prédio é erguido em determinada região, aquela área poderia ser abrigo de alguns animais, que agora, estão mortos.

Para acelerar o processo de decomposição, os carniceiros se alimentam do corpo sem vida, fazendo com que ele desapareça mais rapidamente e deixando o ambiente sem o odor ruim. Em cidades grandes, onde o fluxo de carros é constante, os animais estão sempre sendo vítimas de atropelamento.

Veja: O que acontece quando animais morrem em massa, como nos incêndios na Austrália?

Será nesse momento, em que raposas, urubus irão aproveitar para fazer a sua refeição. Assim, enquanto o carniceiro está se alimentando, ele consequentemente ela está beneficiando o ambiente onde algum animal foi morto. Quando os restos de animais mortos são jogados em latas de lixo, os gambás, gaivotas e guaxinins serão os responsáveis por encontrarem e se alimentarem dessas carniças.

Portanto, além de fazerem fluir corretamente a cadeia alimentar, os necrófagos ajudam a manter o ambiente agradável, evitando que odores sejam exalados ou até mesmo, transmissão de patógenos sejam feitas para a população.

Com informações da National Geographic e Enciclopédia Britânica.



Fonte Socientifica

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies