in

O guerreiro bíblico Golias pode não ter sido tão gigante


As primeiras versões da Bíblia descrevem Golias, o antigo guerreiro filisteu mais conhecido por perder a luta com o futuro Rei Davi, como um gigante cuja altura em termos antigos chegava a quatro côvados e um palmo. Mas uma nova pesquisa sugere que essa medida não é literal.

Ou seja, descobertas arqueológicas em locais da era bíblica, incluindo a cidade natal de Golias em um povoado filisteu chamado Gate, indicam que essas medidas antigas chegam a 2,38 metros.

Essa largura é igual a das paredes que formam um portal para Gate e que foram encontradas em 2019, de acordo com o arqueólogo Jeffrey Chadwick, da Brigham Young University em Provo, Utah.

Golias e sua descrição metafórica

Ao invés de ser mais alto do que qualquer jogador de basquete, Golias foi provavelmente descrito metaforicamente por um escritor do Antigo Testamento. Ele comparou o tamanho e força da barreira defensiva de Gate, disse Chadwick no encontro anual virtual das Escolas Americanas de Pesquisa Oriental.

Povos conhecidos como os Cananeus ocuparam Gate pela primeira vez no início da Idade do Bronze, cerca de 4.700 a 4.500 anos atrás. A cidade foi reconstruída mais de um milênio depois pelos filisteus, conhecidos no Antigo Testamento como inimigos dos israelitas.

Assim, Gate atingiu seu auge durante a Idade de Ferro, há cerca de 3.000 anos, época das referências bíblicas a Golias. Por sua vez, os estudiosos continuam a debater se Davi e Golias eram pessoas reais que lutaram em batalha nesse mesma época.

Cada um dos quatro pilares internos de um portal da Idade do Ferro em et-Tell (possivelmente a cidade bíblica de Betsaida), incluindo este, mede 2,38 metros. Essa é a mesma largura das paredes da cidade natal de Golias, Gate. Foto: ERIC WELCH

Os restos mortais de Gate foram encontrados em um local chamado Tell es-Safi, em Israel. Portanto, a equipe liderada pelo arqueólogo Aren Maeir, da Universidade Bar-Ilan em Israel, colaborou para escavar o portal de Gate com Chadwick. O local é investigado desde 1996.

Outras descobertas em Gate incluem fragmento de cerâmica com dois nomes possivelmente relacionados a Golias. E evidências da destruição de Gate a 2.850 anos atrás por um exército invasor também foram recuperadas.

Medidas de Gate

Então, os arqueólogos sabiam há muito tempo que no antigo Egito um côvado correspondia a 52,5 centímetros e presumiam que a mesma medida era usada em Gate e em outros lugares dentro e ao redor de Israel.

Mas avaliações cuidadosas de várias estruturas escavadas nos últimos anos revelaram que as medidas padrão diferiam um pouco entre as duas regiões, disse Chadwick.

Por exemplo, os edifícios em Gate e outras cidades do antigo Israel como reinos próximos de Judá e Filístia, escavados por outras equipes, foram construídos com base em três medições principais, ele descobriu. Esses incluem um côvado de 54 centímetros, um côvado curto de 38 centímetros e um vão de 22 centímetros correspondente à distância ao longo da mão estendida de um adulto.

Portanto, as dimensões da alvenaria nesses locais exibem várias combinações das três medidas. No assentamento chamado et-Tell, no norte de Israel, dois pilares na frente do portão da cidade têm 2,7 metros de largura cada, ou cinco côvados de 54 centímetros. Assim como cada um dos quatro pilares internos no mesmo portão medem quatro côvados de mesma medida.

Concluindo, as escavações de Chadwick em 2019 encontraram um dos prováveis portões que permitiam acesso à Gate. Assim, as paredes do portão mediam 2,38 metros de largura, ou quatro côvados e um vão, o mesmo que a estatura bíblica de Golias.



Fonte Socientifica

O que você acha?

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Déficit primário do Governo Central atinge R$ 3,56 bilhões em outubro

Objeto metálico misterioso é encontrado em deserto nos Estados Unidos