O cheiro da lua Titã não é muito agradável


Embora tenha ingredientes propícios para a vida, o cheiro da lua Titã não seria muito agradável para os humanos. Sorte que se um dia os astronautas pisaram por lá, no entanto, não o sentirão, pois o traje é necessário, já que o ar não é respirável.

Titã é uma das luas de Saturno – a maior delas, na verdade. Ela rivaliza com Ganimedes, lua de Júpiter, o título de maior lua do sistema solar. Titã possui, por exemplo, uma quantidade de massa consideravelmente maior do que Plutão.

Embora seja bem menor do que a Terra, sua atmosfera é bastante densa, em comparação com a nossa atmosfera. Cerca de 4 vezes mais pressão do que o nosso planeta.

Em relação à composição, a atmosfera de Titã, assim como a da Terra, composta em sua maior parte por nitrogênio. No entanto, Titã não possui oxigênio. Em segundo lugar, vem o gás metano (5%). E depois outros diversos gases, mas em uma fração menor.

Foto de Titã com uma iluminação sazonal, capturada pela Cassini. (Imagem: NASA-JPL/ESA)

Mesmo com maior pressão, sua temperatura também é bem mais baixa. Vênus, por exemplo, é o planeta mais quente do sistema solar, mesmo que seja apenas o segundo mais próximo ao Sol. 

Isso de deve às altíssimas pressões atmosféricas no planeta. No caso de Titã, entretanto, é diferente. Ela está bem longe do Sol. Lá, sua temperatura média na superfície é de cerca de -179°C. Isso é muito mais frio do que qualquer ponto na Terra, mesmo nos pólos. 

E sim, mesmo com as condições bastante diferentes da Terra, a vida microscópica poderia perseverar por lá. Basta que haja fontes de energia e um ambiente estável para sobreviver. 

Um cheiro não muito agradável

Por anos, as sondas Cassini, da NASA, e a sonda Huygens, da Agência Espacial Europeia (ESA), coletaram dados de Saturno e suas luas. Portanto, temos uma ótima ideia da composição de Titã. 

Vamos, primeiro, aos cheiros bons. O etileno possui um aroma doce, assim como a acetonitrila, benzeno e o propino (ou metilacetileno), utilizado em combustíveis de foguetes e soldagens. 

O acetileno, por sua vez, é um dos gases que não possuem odor algum. Entretanto, facilmente há impurezas junto a ele. Essa impurezas podem, portanto, criar um cheiro semelhante ao do alho. 

O cianeto de hidrogênio possui um cheiro descrito como de amêndoa amarga. Ah, e se em concentrações relativamente grandes, é mortal. Na atmosfera de Titã, entretanto, não chega a essa concentração.

Além disso, há também a amônia, com um cheiro forte de urina. Há a metilamina, que leva um cheiro de animal em fase de decomposição. Ela é inclusive, um dos subprodutos da reação.

Lembra quando falei que um astronauta estaria trajado, graças à composição atmosférica? Bom… a pressão não é o suficiente para esmagar alguém, então não é necessário algo tão protegido. 

Nesse quesito, algo como um agasalho especial seria o suficiente. Para a respiração, não é necessário um capacete. Uma máscara com oxigênio basta. Nesse caso, as moléculas poderiam entrar na máscara. Isso depende do traje que os astronautas usariam, portanto.

Então, cheiro da lua Titã poderia não ser exatamente agradável. Se os futuros astronautas puderem sentir o cheiro, sentirão uma mistura de doce, amargor e podridão.

Com informações de Astronomy e NASA

Queremos nos tornar a maior referência em educação científica do Brasil e na língua portuguesa. Para isso, precisamos pagar os melhores jornalistas, revisores e freelancers de ciência. Fazendo uma doação mensal em nosso , você nos ajuda a nos manter independentes e continuar o nosso trabalho sem percalços. 



Fonte Socientifica