Casa Ciências Neurônios foram encontrados em cérebro vitrificado pelo vulcão Vesúvio

Neurônios foram encontrados em cérebro vitrificado pelo vulcão Vesúvio

por Alberto Lima


Neurônios preservados praticamente em perfeito estado foram descobertos em um cérebro vitrificado pelo vulcão Vesúvio e já entra para o rol de curiosidades sobre essa erupção.

O cérebro foi cozido em vidro após a chuva de calor e as cinzas do Monte Vesúvio quase 2.000 anos atrás.

No início deste ano, cientistas italianos detalharam a descoberta do tecido cerebral que foi transformado em material vítreo preto devido às temperaturas escaldantes da erupção do vulcão Vesúvio em 79 DC.

Agora, um novo estudo deu uma olhada mais profunda neste espécime incrível e descobriu a presença de neurônios antigos preservados.

Publicado na revista PLOS One, o estudo foi realizado por pesquisadores liderados pelo Dr. Pier Paolo Petrone, da Universidade Federico II de Nápoles.

Assim, eles relataram o que parece ser o melhor exemplo de tecido do sistema nervoso central preservado já descoberto em vestígios arqueológicos humanos.

Neurônios excepcionalmente bem preservados

A equipe estudou de perto o cérebro vitrificado para descobrir uma série de estruturas distintas.

Inesperadamente, elas parecem ser neurônios e axônios que estão excepcionalmente bem preservados de um cérebro humano e medula espinhal.

Logo, os pesquisadores utilizaram microscopia eletrônica de varredura e ferramentas avançadas de processamento de imagem.

A descoberta de um cérebro vitrificado foi realmente excepcional, mas descobrir um sistema nervoso central inteiro composto de neurônios e axônios foi absolutamente surpreendente.

Essas informações foram relatadas para a IFL Science pelo Dr. Pier Paolo Patrone, principal autor do estudo e antropólogo forense.

Cérebro humano

Além disso, eles também encontraram várias proteínas do tecido do cérebro humano, confirmando que não se trata simplesmente de uma rocha preta brilhante aleatória.

Então, identificando as proteínas específicas, a equipe foi capaz de obter informações sobre quais partes do cérebro foram incluídas nesta amostra.

estruturas dos neurônios

O Dr. Petrone explicou a análise deste material vítreo preto.

Ela mostra a preservação de várias proteínas altamente expressas nas várias partes do cérebro humano.

São elas: córtex cerebral, gânglios basais, mesencéfalo, glândula pituitária, amígdala, cerebelo, hipocampo, hipotálamo e medula espinhal.

A saber, esses genes são excepcionalmente significativos para as funções neuronais e suas mutações foram detectadas em pacientes com patologias cerebrais.

Por exemplo, MED13L foi umas das proteínas relacionadas encontradas no cérebro vítreo.

Ela foi encontrada de forma particularmente abundante no cerebelo adulto e suas mutações foram detectadas em pacientes com deficiência intelectual.

Vítimas do vulcão Vesúvio

Sem dúvida, a erupção do Vesúvio em 79 DC é uma das erupções vulcânicas mais notórias da história.

VEJA TAMBÉM: Homem esmagado por rocha na erupção do Vesúvio é descoberto

Sob o mesmo ponto de vista, o vulcão Vesúvio dizimou as cidades vizinhas de Pompéia e Herciulumen e aponta curiosidades sobre o acontecimento até hoje.

Infelizmente, também enterrou milhares de vítimas humanas.

Muitas dessas vítimas foram enterradas em um manto de cinzas vulcânicas.

Então, permitiu aos arqueólogos o despejo de gesso nas cavidades para revelar os contornos dos corpos em seus últimos momentos de vida.

Em conclusão, outras vítimas foram simplesmente aniquiladas pelo forte calor vulcânico, seguido por um rápido resfriamento.

Estudo publicado na revista PLOS One.



Fonte Socientifica

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies