Casa Ciências NASA pretende colocar instalações permanentes na Lua nessa década

NASA pretende colocar instalações permanentes na Lua nessa década

por Alberto Lima


A NASA pretende estabelecer a presença humana na lua até o final da década. Por isso, a agência espacial avalia a possibilidade de instalar no satélite um habitat de superfície, além de uma plataforma e um veículo.

Instalações permanentes na Lua

A indústria 4.0 é uma das indústrias do futuro que irão possibilitar a exploração espacial. É também chamada de manufatura avançada, e reúne inovações tecnológicas nas áreas de automação, controle e tecnologia da informação. Dentro dessa nova revolução industrial, a NASA já está se esforçando para se estabelecer como pioneira e líder.

A agência espacial pretende fazer um sistema de construção autônomo de grande escala, equipado para funcionar sem astronautas. A NASA está atualmente trabalhando com a ICON, em um sistema de construção próprio para o espaço. Assim, seria possível a construção de pistas de pouso, habitats e estradas na Lua.

Mas o processo será bem diferente do que ocorre aqui na terra. Os robôs de escavação, por exemplo, deverão ser leves e ainda capazes de cavar em menor gravidade.

Dessa forma, poderia haver instalações permanentes em satélites e planetas, como a Lua e Marte. A princípio, a agência quer fazer a primeira instalação na Lua; o maior objetivo seria ajudar na exploração espacial.

Ilustração de um conceito de habitat de Marte desenvolvido pela Colorado School of Mines e ICON para o 3D-Printed Habitat Challenge da NASA.
(Imagem: Arquitetura Logan)

Tecnologia e benefícios para a humanidade

A NASA reconhece que existem condições necessárias para sustentar a presença na Lua. Em destaque, está a mobilidade no espaço; para tal, a agência está considerando construir um veículo para o terreno lunar. Além disso, as equipes pretendem instalar uma plataforma habitável e um habitat de superfície no satélite. E tudo isso até o final dessa década.

A executiva da NASA, Niki Werkheiser, explicou que o investimento hoje em tecnologias de ponta é muito importante para a exploração do espaço. Werkheiser faz parte do programa Game Changing Development, da Missão de Tecnologia Espacial da agência.

“Para ter sucesso nas missões futuras, temos que investir em novas tecnologias de ponta hoje. Portanto, a pesquisa e o desenvolvimento de curto prazo ajudarão a garantir (…) a capacidade de construção em outros mundos, quando chegar a hora.” – Niki Werkheiser

Além disso, as novas tecnologias podem ter aplicação também aqui na terra. Recentemente, a Força Aérea dos Estados Unidos concedeu à ICON um contrato com a Small Business Innovation Research (SBIR). No contrato, parte dos esforços serão para avaliar as aplicações na Terra e fora dela.

“A união de forças e a divisão de custos entre várias agências governamentais nos permite acelerar o cronograma de desenvolvimento. Vamos trazer os principais recursos nos quais temos interesse comum. Juntos, vamos então ajudar a amadurecer tecnologias que trarão benefícios para a humanidade – na Terra e no espaço.” – Niki Werkheiser.

Ainda mais, em breve, a ICON irá testar um simulador de solo lunar, feito com tecnologias de processamento e impressão. A NASA, por sua vez, está fazendo parceria com a indústria, governo e instituições acadêmicas.

Com informações de NASA



Fonte Socientifica

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies