Casa Ciências Lua e Marte poderiam abrigar vida no subterrâneo

Lua e Marte poderiam abrigar vida no subterrâneo

por Alberto Lima


Os cientistas procuram por sinais de água na superfície dos planetas em busca da vida. Apesar disso, acredita-se que ela pode existir no subterrâneo. E essa possibilidade é real em astros bem próximos a nós, como Marte e a Lua.

A vida pode estar na vizinhança

Os resultados das últimas missões espaciais e científicas têm sugerido que a vida pode existir bem perto de nós. Cientistas dos institutos Center for Astrophysics of Harvard & Smithsonian (CfA) e Florida Institute of Technology (FIT) podem ter encontrado uma maneira de determinar se a vida está escondida nas profundezas dos astros.

As equipes de pesquisadores explicam que a busca por vida, normalmente, se concentra na água da superfície. Mas isto não impede que a vida seja encontrada de outra forma; a ciência sugere que há boa chance de encontrar a vida nas profundezas subterrâneas. Foi o que disse Manasvi Lingam, professor de astrobiologia da FIT.

“Nós examinamos se as condições propícias à vida poderiam existir bem abaixo da superfície de objetos rochosos como a Lua ou Marte em algum momento de suas histórias. Além disso, os cientistas poderiam procurar vestígios de vida subterrânea antiga.” – Manasvi Lingam

VEJA MAIS: Vida descoberta em Marte, segundo entomólogo

A atmosfera do planeta é fundamental para que ele apresente água na superfície. A camada atmosférica exerce uma pressão finita, sem a qual a água líquida não pode existir. Mas em regiões mais profundas, as camadas superiores exercem pressão e, assim, permitem a existência de água líquida. Marte, particularmente, não possui nenhum corpo conhecido com água superficial, mas tem lagos subterrâneos.

Tanto a Lua quanto Marte carecem de uma atmosfera que permitiria a existência de água líquida em suas superfícies. Mas no subterrâneo as regiões mais quentes e pressurizadas possibilitam água nesse estado.

Procura por vida subterrânea na Lua e em Marte

Por isso, cientistas pretendem fazer pesquisas no subterrâneo da Lua e do planeta Marte. Eles afirmam que não é uma tarefa simples, pois exige critérios de pesquisa novos e máquinas que ainda não estão em uso em nenhum dos astros. O professor Lingam explica que existem muitos critérios na procura da vida, o que torna a pesquisa mais complexa.

“Existem muitos critérios envolvidos na determinação dos locais ideais para a caça da vida. Algumas que levamos em consideração para buscas subterrâneas incluem perfurações perto do equador, onde a biosfera subterrânea está situada mais perto da superfície. Além disso, fazemos a busca por pontos geológicos com temperaturas mais altas.” – Manasvi Lingam

Os desafios, no entanto, não implicam que encontrar vida no subterrâneo dos corpos rochosos seja impossível. Até mesmo em um futuro próximo, com o programa Artemis, a perfuração pode ser possível para estabelecer uma base sustentável na Lua até 2024. Espera-se que em breve robôs e máquinas pesadas perfurarão a superfície lunar em busca de vida.

Com informações de Center for Astrophysics.

 



Fonte Socientifica

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies