Casa Esportes Fora do G-4, Joinville e Tubarão buscam reabilitação na Série D

Fora do G-4, Joinville e Tubarão buscam reabilitação na Série D

por Alberto Lima


Com uma só vitória em cinco jogos pela Série D do Campeonato Brasileiro, Joinville e Tubarão se enfrentam nesta quinta-feira (15), na Arena Joinville (SC), às 15h (horário de Brasília), atrás da reabilitação no Grupo 8 da competição. A partida será transmitida ao vivo pela TV Brasil.

Separada por três pontos, a dupla catarinense vêm de tropeços caseiros. No sábado (10), o JEC atingiu o terceiro empate na Série D ao ficar no 1 a 1 com o Caxias (RS). O Coelho foi a seis pontos, mas fora da zona de classificação à próxima fase (os quatro primeiros do grupo avançam). Já o Peixe foi superado pelo Marcílio Dias (SC) no estádio Domingos Gonzalez, em Tubarão (SC), por 1 a 0, caindo para sétimo na chave, com três pontos e quatro derrotas.

A principal novidade do Joinville é a volta de Fabinho Santos. O técnico perdeu as últimas duas partidas após ter sido diagnosticado com o novo coronavírus (covid-19) e foi substituído pelo auxiliar William Fabbro. O treinador até havia sido liberado para trabalhar no duelo com o Caxias, mas, como teve sintomas fortes da doença, foi poupado do jogo passado.

“Fui muito bem representado pela comissão. Estive de casa, mas acompanhando tudo de perto, sempre conversando e tendo o feedback. Estou me sentindo bem, feliz de reencontrar a todos”, afirmou Fabinho em entrevista coletiva na última quarta-feira (14).

Se por um lado a defesa tricolor sofreu apenas três gols em cinco jogos, o ataque funcionou somente quatro vezes. Segundo o técnico do JEC, achar um equilíbrio entre os setores é a missão para a sequência da Série D. “É fato que, na última partida, poderíamos finalizar mais, principalmente pelo bom volume que tivemos. Chamamos atenção para isso e para sermos mais agressivos, criarmos mais situações de profundidade e finalizações de fora da área”, analisou.

No Tubarão, o lateral-esquerdo Cássio segue fora. O jogador sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda há uma semana, após estrear na vitória por 3 a 0 sobre o São Caetano (SP), e já havia desfalcado a equipe na derrota para o Marcílio. O resto do elenco está à disposição do técnico Isaque Ferreira, que dirigia o sub-20 e assumiu a equipe principal após a volta do futebol, em meio à pandemia.

“Houve muitos empates no grupo, então uma vitória nos coloca em uma possibilidade de subir para o sexto lugar e ficarmos mais perto da [zona de] classificação”, avaliou o técnico, que também atendeu a imprensa na última quarta-feira.

“Temos convicção da força do nosso grupo. A diretoria tem buscado [suprir as carências do elenco], mas a situação financeira e a pandemia, além dos atletas terem ficado muito tempo parados, tornaram essa busca mais difícil. Temos atletas de qualidade, que vêm atuando bem. Confiamos muito neles. Temos que minimizar os erros e isso acontece no decorrer da competição. Com certeza, as vitórias surgirão”, completou Isaque.

Este será o segundo encontro entre JEC e Tubarão em 2020. Os rivais se enfrentaram logo na rodada de abertura do Campeonato Catarinense, com vitória do Joinville por 1 a 0, na arena. As equipes tiveram desempenho abaixo do esperado no Estadual. O Coelho terminou a primeira fase em sétimo e caiu nas quartas de final para o Brusque. O Peixe acabou rebaixado à segunda divisão.

Regulamento

A Série D do Campeonato Brasileiro tem 64 clubes, abrange os 26 estados brasileiros e o Distrito Federal. Sob critérios regionais, as equipes foram divididas em oito grupos com oito times em cada. Os quatro melhores de cada chave avançam ao mata-mata. Os quatro classificados para a semifinal ganham o direito de disputar a Série C em 2021.

Confira a classificação da Série D do Campeonato Brasileiro.





Fonte EBC

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies