Casa Tecnologia Everis quer testar OpenRAN com operadoras no Brasil

Everis quer testar OpenRAN com operadoras no Brasil

por Alberto Lima


sócio da Everis para o setor de telecom, Marco Antonio Galaz

A integradora Everis está realizando testes com a tecnologia de redes de acesso abertas (OpenRAN) em outros países, e pretende fazer isso também no Brasil antes do leilão de 5G. Em entrevista para o TELETIME, o sócio da empresa para o setor de telecom, Marco Antonio Galaz, afirmou que já colocou a oferta na mesa.

A Everis participa de “vários consórcios”, como o TM Forum, que representa provedores de serviços e fornecedores de telecomunicações no mundo. A companhia já efetua testes e projetos piloto com “algumas operadoras” na Europa e com a NTT Docomo, no Japão. E já ofertou o mesmo no Brasil. “Estamos tentando fazer aqui também, já tentamos fazer uma oferta”, declara. 

Entre as iniciativas que a companhia destaca está a possibilidade de operadoras atuarem com uma nova marca em entidade separada, que pode nascer completamente digital. Com isso, há oportunidade de atuar no mercado green field, e inclusive apenas com serviços digitais.

Papel da empresa

De acordo com o executivo, a Everis se encarrega de bancar os testes, seguindo a forma como está sendo feito em outros países, cujos testes deverão terminar por volta do segundo trimestre de 2021. “Se considerar que o 5G no Brasil vai ser no segundo semestre, achamos que vamos ter resultados antes, e não só aqui”, afirma.

A participação da empresa no projeto é com a integração. “A gente vai montando o quebra-cabeças, pois são diferentes empresas – a gente trabalha com Amazon, Microsoft, Salesforce etc.”, destaca Galaz. “Ajudamos a montar a prova de conceito, o dono da iniciativa [uma operadora, por exemplo] nos dá insumos, pois sempre são problemas ou ideias que partem deles, e a gente implementa esse ‘catalist'”, declara. 



Fonte Teletime

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies