Estudo da Ericsson aponta R$ 64 bi em oportunidades no segmento B2B com 5G


Um dos temas recorrentes dos debates do Painel Telebrasil 2020 tem sido o potencial de desenvolvimento de diferentes áreas da economia com a chegada do 5G. Mas para as operadoras de telecomunicações, a tecnologia também representa uma oportunidade de diversificação de modelos de negócio e oferta de serviços, aponta o estudo Potencial de Negócios 5G no Brasil, elaborado pela Ericsson.

Segundo o estudo, o mercado de IoT e 5G que se abre para as empresas será da ordem de R$ 67 bilhões em 2030. Ele identifica algumas oportunidades de receita e aponta alguns caminhos. A íntegra do estudo está disponível aqui.

O estudo foi feito a partir de levantamentos da consultoria Arthur D. Little, que avaliou mais de 200 casos de uso em dez setores diferentes e um conjunto de clusters de casos de uso corporativo (B2B) habilitados para 5G. O levantamento apontou cinco estratégias considerando as principais cadeias de valor do País. O estudo indica ainda que:

  • As receitas dos serviços tradicionais devem permanecer estagnadas até 2030, enquanto as oportunidades de digitalização B2B crescerão em um ritmo muito mais rápido.
  • Até 2030, as oportunidades de B2B em 5G para provedores de serviços podem representar até 36% sobre as receitas dos serviços disponíveis atualmente.
  • A captura desse potencial de mercado depende de ações imediatas das operadoras.

Os debates sobre diversos temas terão sequência nos dias 22 e 29 de setembro. As inscrições são gratuitas, e a programação completa do Painel pode ser acessada no site http://paineltelebrasil.org.br/.



Fonte Teletime