Casa Ciências Este pássaro raro é macho de um lado e fêmea do outro

Este pássaro raro é macho de um lado e fêmea do outro

por Alberto Lima


Os pesquisadores encontraram o pássaro raro grosbeak na Pensilvânia.

Este grosbeak tem uma mancha no peito rosa e penas pretas apenas em sua asa direita – tons reveladores de machos.

Já no lado esquerdo, o pássaro canoro apresenta plumagem amarela e marrom, cores características das fêmeas.

Descoberta do pássaro

Quem achou esse exemplar raro foi a pesquisadora Annie Lindsay e seus colegas da Reserva Natural Powdermill.

Na verdade, um colega da equipe alertou a Lindsay sobre a descoberta do pássaro.

Então, ela soube imediatamente o que tinha encontrado: uma criatura metade macho, metade fêmea conhecida como ginandromorfo.

A descoberta já foi espetacular, mas poderia ser ainda melhor, porque este pássaro fica com a plumagem ainda mais bonita em seu período de reprodução.

Por exemplo, agora ele está em seu período não reprodutivo.

Mas na primavera da Pensilvânia a plumagem reprodutiva fica ainda mais masculina e feminina, com cores ainda mais vibrantes.

A linha entre o lado masculino e feminino ficará muito mais evidente, diz Lindsay.

VEJA TAMBÉM: Rara cobra de duas cabeças é resgatada por herpetologistas

Esses pássaros são realmente raros. A pesquisadora viu apenas um outro pássaro semelhante, mas menos impressionante. E isso foi há 15 anos.

Ginandromorfismo

Muitas espécies de pássaros apresentam o ginandromorfismo. Além de insetos e crustáceos, como caranguejos e lagostas.

lagosta encontrada no Maine

Provavelmente, esta ave é o resultado de um evento incomum, quando dois espermatozóides fertilizam um óvulo com dois núcleos em vez de um.

Então, o ovo pode desenvolver cromossomos sexuais masculinos de um lado e cromossomos sexuais femininos de outro.

O pássaro tem um testículo e outras características masculinas em uma metade do corpo e um ovário e outras qualidades femininas na outra metade.

Porém, não confunda com hermafroditas, que também possuem órgãos genitais de ambos os sexos.

Os ginandromorfos são completamente masculinos de um lado do corpo e femininos de outro.

Dúvidas sobre a reprodução

Os cientistas ainda não sabem se essas aves se comportam mais como machos ou fêmeas ou se podem se reproduzir.

Entretanto, o biólogo da UCLA, Arthur Arnold, estudou um tentilhão-zebra ginandromorfo que usava uma canção e um comportamento masculino para atrair as fêmeas.

tentilhão-zebra ginandromorfo

Logo, um sexo é mais dominante do que o outro em ginandromorfos? É preciso mais estudos para definir o comportamento relacionado ao sexo, diz ele.

Essa pesquisa é difícil, porque criaturas assim são muito raras.

Em 64 anos de anilhamento de pássaros, o Avian Research Center de Powdermill protocolou menos de 10 aves com essas características.

Lindsay e seus colegas, maravilhados com a descoberta, levaram o tordo-rosa para o laboratório e mediram a sua envergadura.

Também arrancaram quatro penas para pegar o seu DNA e estudá-lo, no futuro. Além da captura rápida, eles aproveitaram para marcar o pássaro.

Depois de tirar fotos e gravar vídeos para o TikTok com ele, a equipe deixou esse pássaro raro voar. Eles descreveram o impacto como ver um unicórnio, de tão notável.

Com informações fornecidas por Carnegie Museum of Natural History.



Fonte Socientifica

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies