in

como a gigante de tecnologia nasceu


Você conhece a história do Google? Hoje, essa marca é uma gigantesca empresa de tecnologia. Tão grande que enfrenta, no congresso dos Estados Unidos, um interrogatório sem precedentes, ao lado de Facebook, Apple e Amazon. Essas empresas são muito grandes e poderosas, e o congresso debate se deve fazer algo em relação a isso. Hoje em dia, a Google responde, ainda, à Alphabet, cuja receita em 2019 ultrapassou os 160 bilhões de dólares.

As atividades da Google vão muito além de um simples buscador. Possivelmente, a empresa sabe mais sobre você do que você mesmo. Mas é exatamente pelo buscador que iniciaremos, pois é a partir dali que tudo nasceu. 

A página inicial original do Google, ainda na versão Beta, em 1998.

A história do Google: como surgiu?

A história do Google começa em 1995, quando Larry Page e Sergey Brin se conheceram na faculdade, enquanto cursavam um doutorado na área de ciência da computação. Na época, a internet já avançava muito nos Estados Unidos.

Em 1996, eles começaram a trabalhar em um buscador chamado Backrub. A inovação da dupla foi no fato de que eles mudaram a forma de se ranquear um site, ou seja, como calcular sua relevância. Eles faziam isso, então, de acordo com o número de páginas e de acordo com o quão citado era esse site por outros sites. Na época, o principal meio utilizado pelos buscadores era simplesmente classificar de acordo com a frequência de determinado termo. Inicialmente, eles utilizavam o buscador apenas na rede interna de Stanford. 

O primeiro servidor do Google. (Steve Jurvetson / Wikimedia Commons)

Depois, com os bons resultados, eles subiram um nível, e passaram a trabalhar no Google. O nome vem de Googol, um número equivalente a um elevado a cem – ou seja, um seguido de cem zeros. É um número gigantesco, e isso representava, então, o número de pesquisas que o Google seria capaz de filtrar. 

Inicialmente, o Google era bastante modesto. Eles utilizaram computadores pessoais como servidores, e trabalhavam incansavelmente, enquanto tentavam combinar o trabalho e os estudos. 

Rápida ascensão

Após aperfeiçoar muito o novo instrumentos de busca, em 1998 eles tinham, enfim, o Google. Naquele ano, eles conseguiram um investimento de 100 mil dólares de Andy Bechtolsheim, cofundador da Sun Microsystems. Com o cheque, eles receberam também uma grande confiança, e muitos outros investidores da área de tecnologia resolveram apostar. Naquela rodada de investimentos, eles receberam quase um milhão de dólares. 

Um campus da Google em Mountain View, California. (Brionv / Flickr)

No mesmo ano, então, eles abriram o seu primeiro escritório, em Menlo Park, na Califórnia. Em 21 de setembro de 1999, saíram da versão beta e enfim eram um buscador funcional. Em 1999 eles receberam, também, uma nova rodada de investimentos, que totalizava 25 milhões de dólares. Naquele momento, eles processavam 500 mil consultas por dia. Em 2011, eles já processavam três bilhões de pesquisas diárias. 

E, com o crescimento, eles criaram e adquiriram outros produtos, como Gmail, Google Drive, Youtube, Blogger, além de uma infinidade de serviços. Eles também atuam nos serviços de smartphone, com o android e sua linha de celulares, o Pixel. 

Em 2015, durante uma reestruturação, a empresa resolveu criar uma nova empresa que controlaria a Google e outras empresas até então subsidiadas a ela. Dessa forma, Sergey Brin passou a ser presidente da Alphabet e Larry Page o CEO. Mas no final de 2019, eles deixaram oficialmente a Alphabet, após 20 anos do Google como uma empresa, criando mais um capítulo na história do Google.



Fonte Socientifica

O que você acha?

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Ubatuba tem 112 desalojados em razão das fortes chuvas

Palmeiras contrata meio-campista Rafa Andrade