Casa Ciências Cobra rara de 2 cabeças descoberta por gato doméstico na Flórida

Cobra rara de 2 cabeças descoberta por gato doméstico na Flórida

por Alberto Lima


Dos, a cobra rara encontrada por um gato curioso, tem dois cérebros e duas gargantas, mas apenas um corpo. Essa cobra extremamente rara estava em Palm Harbor, na Flórida.

A família do gato se assustou ao encontrar essa cobra, trazida pelo animal de estimação, no meio da sala. Um exemplar de uma cobra com duas cabeças presas ao mesmo corpo. Contudo, suas cabeças se movem de forma independente. A cobra ganhou o nome de Dos, dois em espanhol.

Kay Rogers, a dona do gato curioso, observou que o maior problema da cobra é se alimentar. Já que as cabeças tem vida própria, a cobra tem dificuldade de coordená-las.

(Jonathan Mays / FWC Fish and Wildlife Research Institute)

Condição rara

Essa condição é chamada de bicefalia, uma anormalidade que ocorre durante o desenvolvimento do embrião, quando gêmeos idênticos não se separam totalmente e acabam ficando no mesmo corpo. Isso já aconteceu antes, conforme divulgamos aqui.

LEIA TAMBÉM: Algumas cobras podem ver no escuro usando eletricidade

Inesperadamente, essa raridade pode acontecer em todos os tipos de animais, como já ocorreu em veados e botos. Cerca de uma vez por ano, aparece alguma cobra bicefálica encontrada por humanos. Em 2019, acharam uma cascavel bebê bicéfala em Nova Jersey, a “Double-Dave“. E em 2018, uma víbora de duas cabeças apareceu na casa de uma família na Virgínia.

Em 2020, surge a Dos, como mais uma cobra bicéfala. A verdade é que o gato pode ter resgatado a cobra de uma vida difícil na selva, pois as duas cabeças a atrapalham na captura de presas ou para fugir de predadores. Essa cobra rara costuma ficar sob custódia de especialistas da vida selvagem.

duas cabeças
Imagem: Jonathan Mays / Fish and Wildlife Research Institute

Por enquanto, Dos está com a Comissão de Conservação de Peixes e Vida Selvagem da Flórida (FWC), onde sua saúde é monitorada. A instituição divulgou mais fotos da cobra rara no Facebook. Então, os especialistas divulgaram a espécie de Dos, um “corredor negro do Sul” (Coluber constrictor Priapus).

A maioria das espécies com essa condição não sobrevive mais que algumas semanas, pois esses animais não conseguem se alimentar sozinhos. Outros, apresentam problemas de digestão.

Essa é uma pequena cobra não venenosa que é comum (quando tem apenas uma cabeça) no sudeste dos Estados Unidos. Elas não são venenosas, mas mordem com seus dentes afiados. Além do mais, podem provocar sangramento.

Chances de sobrevivência

Enfim, Dos pode ficar tranquila com relação a sua chance de sobrevivência aos cuidados dos herpetologistas da FWC. Ela está mais segura do que na natureza. Mas a vida com duas cabeças não é nada fácil, como já demonstrou esse verme, em que nasceu uma outra cabeça também.

Além de assustadores, esses achados são realmente raros. Jonathan Mays, herpetologista do Instituto de Pesquisa de Peixe e Vida Selvagem da Florida Wildlife Conservation, relatou que essa é a primeira cobra de duas cabeças que ele viu. Embora, já tenha encontrado com uma tartaruga assim antes.

O fato é que essa condição confirma que a cobra nasce como um animal, só que com cabeças distintas que reagem com a língua e com movimentos, nem sempre da mesma maneira. Portanto, as cabeças tomam decisões diferentes.

Com informações de LiveScience.



Fonte Socientifica

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies