in

Cientistas flagram incrível tática de escalada de cobras de árvore: Vídeo


As cobras fazem bem mais do que apenas sair deslizando por aí. Algumas nadam, escalam árvores e outras podem até mesmo voar. Agora cientistas flagraram uma incrível tática de escalada de cobras de árvore.

Tudo começou quando um ninho de pássaros Guam que estava localizado em um poste cujo os pesquisadores consideraram que era impossível de ser escalado por uma cobra foi atacado misteriosamente em 2017. Mas uma câmera de infravermelho mostrou como as cobras conseguiram alcançar o ninho: enrolado seu corpo em torno do duto, fazendo um nó e se contorcido para o topo. Foi a primeira vez que este comportamento foi visto e documentado.

J. SAVIDGE ET AL / CURRENT BIOLOGY 2020

A incrível tática de escalada de cobras de árvore comuns

Empolgados com sua descoberta, os pesquisadores resolveram então observar as cobras em um ambiente controlado. Em laboratório, eles testaram diversas maneiras de impedir as cobras de escalar até o seu objetivo.

A equipe colocou uma chaminé de um metro de largura sobre a metade superior de um poste de metal de quase dois metros. Depois, a equipe prendeu uma ampla plataforma com dois ratos vivos em uma gaiola no topo e colocaram a engenhoca em um cercado com 58 cobras. Mas estes obstáculos não foram um grande desafio para uma das cobras que chegou no topo com sucesso. As filmagens noturnas mostraram uma cobra enrolar a cauda em torno do mastro, agarrar a outra extremidade de seu corpo para formar um laço seguro e subir rapidamente até o topo.

Agora que sabemos sobre a locomoção por laço, porém, os pesquisadores esperam tornar o esforço ainda mais desafiador para as cobras, com novos tipos de barreiras e obstruções projetadas especificamente para conter essa forma inesperada de movimento vertical. Tudo isso com um objetivo:  dar às populações de pássaros em declínio de Guam – junto com outros membros do ecossistema que dependem deles – uma esperança de sobrevivência em face de uma ameaça mortal que pode rastejar de maneiras que nunca conhecemos.

Outras aplicações desta descoberta

Segundo Henry Astley, biólogo da Universidade de Akron, em Ohio, que não esteve envolvido no trabalho, ompreender melhor o repertório de técnicas de escalada das cobras também pode resultar na criação de robôs melhores.

Robôs semelhantes a cobras poderiam navegar por terrenos que são muito difíceis para robôs com pernas ou rodas atravessarem. Eles poderiam escalar áreas cilíndricas e acessar locais anteriormente inacessíveis.

Astley conta ao Science News que imagina robôs cobra deslizando pelos escombros do terremoto para procurar sobreviventes ou se contorcendo dentro de grandes máquinas para realizar inspeções.

Com informações de Smithsonian Magazine, ScienceAlert e Science News.



Fonte Socientifica

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0