in

‘Cabelos de gelo’ fantasmagóricos descobertos em florestas na Irlanda do Norte


Alguns dias atrás, diversas pessoas encontraram um fenômeno muito bonito em algumas árvores, enquanto caminhavam em um bosque na antiga propriedade de Castle Archdale, no condado de Fermanagh, na Irlanda do Norte, além de Mullaghmore, no condado de  Sligo e outros bosques do país. Inicialmente, se parece com um algodão doce. Mas ao se aproximar, se parece muito com fios de cabelo feitos de gelo. Inclusive, eles são chamados carinhosamente de “cabelos de gelo”. 

O fenômeno é realmente muito interessante, e bonito de se ver. Então, as imagens se espalharam rapidamente pela internet, tanto por redes sociais, quanto por meio dos portais de notícias e jornais. 

O que são os cabelos de gelo? 

Os cabelos de gelo não são um fungo específico. Ele é, na verdade, um fenômeno que ocorre com diversos tipos de fungos presos em árvores de florestas frias. Esses fungos se prendem na madeira apodrecida, e as gotículas de água que se acumulam congelam, formando esses padrões com finos e delicados fios. Para se ter ideia do quão finos, esses fios possuem, em média, 0,001 a 0,2 milímetros de diâmetro, isto é, um milímetro dividido em pelo menos 5 minúsculas partes. 

Até 2015, apenas 6 locais já relataram o fenômeno consideravelmente raro –  Estados Unidos, Canadá, Rússia, Suécia, Alemanha e Irlanda. O cabelo de gelo necessita de um cenário bastante específico – madeira apodrecendo com fungos de determinado tipo, capazes de gerar esse incrível padrão de congelamento nos frios invernos das regiões temperadas, além, claro, da umidade de uma floresta. Caso falte um dos parâmetros, já não se formam os cabelos de gelo.

(Monty VanderBilt)

Um estudo daquele ano identificou um fungo – o Exidiopsis effusa em 78 cabelos de gelo em dez diferentes espécies de árvores na Alemanha. Os pesquisadores acreditam que uma proteína controla a formação do gelo, para que a água não congele em um único ponto sobre ele. 

Reações das pessoas 

Pessoas que passeiam pela floresta ficam, então, obviamente encantadas com a surpresa. É algo definitivamente inesperado de se encontrar. 

“Parecia que alguém tinha enfiado algodão em volta da floresta, mas não havia outra geada, apenas um fantasma estranho como gelo”, disse o fotógrafo amador Harley Mathieson ao Glasgow Times. “Dá a sensação de algodão doce, e quando você tira um pouco da madeira, ele derrete assim que atinge sua mão”.

“Fiquei encantado por poder tirar algumas fotos dele quando a luz do Sol estava perfeita – foi ótimo”, diz ele. 

Uma das fotos de Harley. (Harley Mathieson)

Atualmente, Harley está desempregado, pois trabalhava no setor de viagens, que sofreu muito com a pandemia. Sem conseguir um novo emprego, passou a dedicar-se a estudos de algumas área de seu interesse, o que inclui algumas coisas sobre florestas e seus fenômenos. 

“É engraçado porque não acho que teria prestado muita atenção, mas devido ao meu curso, tenho procurado coisas interessantes quando estou fora de casa”, diz Harley. “Eu acho que antes eu apenas pensaria que era apenas um pouco de geada na floresta e iria embora”. 





Fonte Socientifica

O que você acha?

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Capitã da seleção feminina sub-20 jogará com Megan Rapinoe

Ministério da Saúde promete 100 leitos de UTI para Amazonas