Casa Tecnologia BT conclui venda de operação na América Latina

BT conclui venda de operação na América Latina

por Alberto Lima


Foto: Pixabay

A CIH Telecommunications Americas, fundo de private equity sino-americano, concluiu nesta quinta-feira, 1º, a aquisição das operações domésticas e infraestutura na América Latina da BT. Anunciada em março, a finalização da transação significa que a nova unidade de negócios passará a adotar o nome de Sencinet, segundo informou a empresa. 

Com a separação, a Sencinet manterá ligação com a BT por meio de parceria comercial. A operadora britânica deverá virar um cliente estratégico e fornecedor. 

Em comunicado, a BT diz que a venda é parte da estratégia de “transformação contínua” em uma unidade global e trará “oportunidades de continuidade e crescimento para clientes e funcionários na região”. A British Telecom deverá manter “forte presença” na região com serviços de rede, nuvem e segurança para clientes multinacionais em 21 países. Por meio da parceria, os clientes poderão acessar produtos, serviços e soluções da BT globalmente.

Os ativos vendidos pela BT geraram receita de 110 milhões de libras (cerca de 120,7 milhões de euros) no ano fiscal 2018/19. Estão nesse escopo dois backbones de fibra própria somando 650 km, além de 2 mil km de linhas em fibras alugadas, quatro data centers e cinco teleportos para uma rede satelital com cobertura em 100% da região – a empresa tem no País atividades com operadoras de satélite, como Telesat, Intelsat e a SES. No total, a infraestrutura possui 358 MHz de espectro e uma capacidade de rede virtual (VNO) de 106 Mbps atuando em 11 países. 

“Essa iniciativa nos ajudará a manter o avanço dos negócios e a conectar comunidades, empresas e governos. A América Latina é um mercado estratégico para a BT e temos o prazer de iniciar um novo capítulo na região com a Sencinet como parceira estratégica”, disse o CEO da Global da BT, Bas Burger.

Sencinet

CEO da Sencinet, Alex Ingles

Em comunicado separado, a Sencinet afirmou que inicia já nesta quinta-feira as operações como integradora de telecomunicações e serviços em nuvem na América Latina. São 500 funcionários em 16 países conectando mais de 25 mil localidades a Argentina, Brasil, Ilhas Virgens Britânicas, Equador, Chile, Colômbia, Costa Rica, República Dominicana, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá e Peru e Estados Unidos.

A empresa pretende atuar na América Latina como integradora de rede definida por software (SDN), o que inclui o lançamento de SD-WAN e soluções de segurança fornecidas por meio de estrutura proprietária reforçada com ecossistema de provedores ISPs. “Essa configuração nos permitirá melhorar rapidamente nossos resultados, expandindo a oferta de produtos e serviços cada vez mais personalizados e adaptados às condições e necessidades do mercado local”, declarou em comunicado o CEO da Sencinet, Alex Ingles.



Fonte Teletime

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies