Casa Tecnologia Android impacta economia brasileira em R$ 136 bilhões em 2019

Android impacta economia brasileira em R$ 136 bilhões em 2019

por Alberto Lima


Google Android. Foto: Pixabay

[Publicada no Mobile Time] A receita acumulada gerada pelas empresas diretamente envolvidas com o desenvolvimento de produtos Android foi de R$ 136 bilhões em 2019, o valor representa 2% do PIB nacional no último ano. A análise da Bain & Company, encomendada pelo Google, estima ainda 630 mil pessoas trabalhando diretamente com o sistema operacional móvel, ou seja, 35% da indústria TIC brasileira.

A análise de impacto social e econômico do Android no País, divulgada nesta segunda-feira, 21, tem como fontes: Ministério da Economia, IDC, Cetic, GSM, Anatel, além das pesquisas de Mobile Time/Opinion Box. E o estudo sobre inclusão digital ouviu 4,6 mil pessoas na pesquisa. O período das entrevistas foi de fevereiro a abril deste ano.

“Fizemos esse estudo sabendo que o Brasil é um dos cinco maiores mercados do Android no mundo. Essa é a constatação direta do ecossistema Android na geração de emprego e renda. Assim como na área de desenvolvimento de apps”, disse Maia Mau, head de marketing do Android para América Latina no Google.

Para Fernanda Batista, gerente sênior da Bain & Company, o estudo demonstra que o Android trouxe relevância para a inclusão digital no Brasil. Em especial com a ampla gama de fabricantes oferecendo dispositivos baratos (valor médio de R$ 1,1 mil ante R$ 2,5 mil da Apple), além de trazer um ambiente de inovação para a sociedade, que colaborou para a geração de emprego e receita no Brasil.

Democratização

Outro dado da pesquisa mostra que 80% das classes D e E pagam menos de R$ 1 mil pelo smartphone. Nota-se que 55% da classe D e E trocam o celular por roubo ou defeito. E que 24 milhões de brasileiros tiveram acesso à Internet pela primeira vez por meio de um handset Android nos últimos 10 anos.

“Um dos principais resultados é que vemos essa democratização (por meio do OS) como uma forma de dar acesso universal à Internet. E o Android é um dos possibilitadores dentro desse ecossistema. A importância do Android deixa a gente mais confiante”, afirmou Mau.

Questionada sobre como atrair mais a classe D e E no ecossistema do OS, a executiva do Google disse que tem um caminho importante adiante, mas vê com positividade os avanços que a pesquisa mostrou. Mau citou ainda a pesquisa TIC Domicílios que mostrou um crescimento em conectividade na camada mais pobre da população nos últimos anos: “Em 2010 eram 13% (conectados), em 2018, subiu para 48%. Falta metade para conectar. Tem um caminho pela frente, mas é positivo”.



Fonte Teletime

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies