Casa Ciências Agência Espacial da Rússia declara que Vênus é um planeta russo

Agência Espacial da Rússia declara que Vênus é um planeta russo

por Alberto Lima


Sem dúvidas, você ouviu a notícia incrível de que cientistas encontraram sinais potenciais de vida no planeta Vênus, por causa do gás fosfina detectado nas nuvens desse planeta.

A descoberta inspirou o chefe da Roscosmos, Dmitry Rogozin, conhecido por defender pontos de vista científicos não convencionais, a querer enviar a Rússia a sua própria missão ao planeta Vênus, além do programa Venera-D, uma missão conjunta planejada com os EUA.

Conforme dito por Rogozin, “achamos que Vênus é um planeta russo, então não devemos ficar para trás”. Rogozin é ex-vice-primeiro-ministro e observou que a União Soviética foi “a primeira e única” a pousar uma espaçonave em Vênus.

Ele acrescentou que a espaçonave coletou informações sobre o planeta – e é um inferno lá.

O planeta Vênus é um inferno e é russo

Essas afirmações de Rogozin vêm da atmosfera de Vênus que é composta quase inteiramente de dióxido de carbono e é considerado o planeta mais quente do nosso sistema solar.

O novo estudo renovou o interesse público em Vênus, provavelmente levando o chefe de Roscosmos a lembrar ao mundo das conquistas da antiga União Soviética na inicial exploração espacial.

A Mariner 2 da NASA se tornou a primeira espaçonave a voar por Vênus e medir sua temperatura extrema de superfície em 1962.

Mas a União Soviética lançou várias espaçonaves “Venera” e, em 1970, a Venera 7 se tornou a primeira espaçonave a fazer uma aterrisagem suave no planeta.

Roscosmos afirmou que evidências de vida em Vênus só podem ser obtidas por meio de estudos de contato do planeta, como os realizados por meio do programa Venera.

Um comunicado divulgado pela Roscosmos diz que o grande afastamento da União Soviética de seus concorrentes na exploração de Vênus contribuiu para o fato de os EUA chamarem Vênus de ‘planeta soviético’.

Roscosmos também falou sobre o Venera-D, um programa proposto para ser enviado nos próximos 11 anos para Vênus composto de um orbitador e uma sonda. Esse programa teria alguma colaboração da NASA.

Mas esta nova declaração da Roscosmos diz que agora está sendo considerado “como um projeto nacional sem envolver ampla cooperação internacional.”

Missões para o planeta Vênus

Rogozin falou aos repórteres na exposição HeliRussia 2020, uma exposição internacional da indústria de helicópteros em Moscou.

planeta Vênus

Segundo ele, projetos de missões a Vênus estão incluídos no programa do governo unido de exploração espacial da Rússia para 2021-2030.

Vênus é semelhante em tamanho à Terra e é nosso vizinho planetário mais próximo, mas gira para trás em comparação com outros planetas.

De acordo com a Agência Espacial Européia, os russos têm realmente uma experiência significativa quando se trata de Vênus. Em seu site, a agência confirma que os estudos venusianos realizados na Rússia estiveram na vanguarda da pesquisa internacional neste planeta.

Desde então, a Rússia ainda preserva sua experiência única em projetar e desenvolver embarcações de desembarque para Vênus e continua a definir tarefas científicas para essas embarcações.

A depender da Rússia, se houver vida no planeta Vênus, ele aprenderá russo.

Informações da CNN, CBS News e IFL Science.

 

 



Fonte Socientifica

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies