Casa Ciências A temperatura do corpo humano está caindo

A temperatura do corpo humano está caindo

por Alberto Lima


Quando um humano está com o corpo em “equilíbrio”, as condições de funcionamento são as ideais. Normalmente, aliás, a temperatura do corpo dos seres humanos fica em torno dos 37°C. Todavia, novos estudos indicam que a temperatura do corpo está caindo a cada ano. Um artigo de 2017 publicado na revista The BMJ levou em consideração milhares medidas de temperatura feitas no Reino Unido. Ademais, outro estudo feito nos Estados Unidos mostra uma queda constante da temperatura média do corpo dos americanos.

Ambos os estudos concluíram que, de fato, a média da temperatura corporal dessas populações está caindo todos os anos. Além do mais, um artigo ainda mais recente estudou comunidades isoladas de fazendeiros e povos indígenas na Bolívia. As conclusões foram bastante semelhantes: desde o começo do estudo (em 2002) as temperaturas estão caindo a cada ano.

Novos estudos indicam que a média da temperatura corporal dos seres humanso está caindo com o passar dos anos. (Imagem de Steve Buissinne por Pixabay)

Essas três pesquisas mostram que esse processo não está só acontecendo em países desenvolvidos, mas também em comunidades isoladas. Segundo os cientistas do último estudo, isso está ocorrendo por um conjunto de motivos, e o principal é a melhora no acesso a medicamentos e saneamento básico.

Por que a temperatura do corpo muda?

Quando uma pessoa está com febre, é porque a temperatura do corpo está mais alta do que o normal. Por outro lado, durante a hipotermia, a temperatura cai demais. Contudo, há um motivo para a temperatura ficar constante, em torno dos 37°C. Essa é a temperatura na qual as enzimas do corpo funcionam da melhor forma possível.

Basicamente, enzimas são proteínas que fazem funções essenciais no nosso corpo, desde a digestão até a respiração. Caso a temperatura varie muito, as enzimas podem funcionar mal, ou até parar de funcionar – o que pode causar a morte.

Entretanto, o resultado dos estudos ainda não é alarmante pois a temperatura mais alta geralmente ajuda a evitar infecções também. Portanto, esses resultados podem indicar que os seres humanos estão tendo, no geral, menos doenças infecciosas.

Bactérias Escherichia coli causadoras de infecções intestinais que eram fatais antes dos antibióticos. (Imagem de Gerd Altmann por Pixabay)

Aliás, isso faz sentido. Desde o século passado a medicina passou por muitas revoluções e pela descoberta de centenas de novos tratamentos para diversas doenças. A vacina do sarampo, por exemplo, salvou milhões de vidas todos os anos até hoje. De qualquer forma, ainda são necessários mais estudos para avaliar porque a temperatura do corpo está caindo.

Os resultados de uma boa qualidade de vida

Além dessa queda na temperatura do corpo dos humanos, outras coisas aconteceram por causa da melhora na saúde das pessoas. A expectativa de vida, por exemplo, nos anos 1950 era de mais ou menos 50 anos no Brasil – hoje, ela atinge os 78 anos.

Claramente, com a melhora da saúde também aumentam as doenças causadas pela idade, como o câncer. Infecções desconhecidas, como o novo Coronavírus, também podem ter mais efeito. Apesar disso, a tendência é que a saúde e a qualidade de vida humana continuem melhorando nas próximas décadas.

Vale lembrar, ainda, que nem todo mundo têm acesso a tratamentos de qualidade. Algumas pessoas mal têm saneamento básico. Portanto, o desafio daqui para frente não é apenas criar novas tecnologias e tratamentos, mas também tornar isso acessível ao máximo de pessoas possível.



Fonte Socientifica

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies