A lua cheia desta semana acontece apenas uma vez a cada 3 anos


Você já ouviu falar em lua do milho? É o nome do fenômeno que poderá ser observado no céu esta semana. A lua cheia de setembro está em uma situação que se repete somente a cada 3 anos. Então, isso vai permitir que outubro conte com duas luas cheias, uma delas raríssima, a lua azul que iluminará o Halloween no dia 31 do próximo mês.

Normalmente a lua cheia de setembro é a mais próxima do equinócio de outono. Entretanto, em 2020 o equinócio de outono será em 22 de setembro, fazendo com que a lua cheia de 1º de outubro seja a mais próxima. A atual iniciou o período em 31 de agosto e segue até o dia 3.

Lua cheia desta semana é imperdível

As luas cheias são formadas quando o Sol, a Terra e a Lua formam uma linha. Então, isso permite que o lado da luta voltado para a Terra seja completamente iluminado pelo Sol.

Na noite deste dia 1º de setembro ela poderá ser vista a partir das 19h12 (Horário de Brasília). Assim, o espetáculo pode ser conferido a olho nu. Se você puder, vá para regiões com pouca iluminação.

Segundo a NASA, o uso de binóculos pode ajudar quem deseja conhecer os “padrões suaves de cinza e branco se resolvam em crateras e grandes cumes de montanhas”.

Depois dessa, a próxima será vista em 1º de outubro. Em seguida, a “lua cheia do caçador” vai iluminar o céu na noite de Halloween.

Oportunidade para ver Júpiter e Saturno

Quem ficar atento poderá avistar Júpiter e Saturno. O primeiro deles estava próximo no dia 14 de julho, enquanto Saturno teve seu pico anterior em 20 de julho. A NASA diz que isso é conhecido como “oposição”, onde os planetas estavam posicionados no lado oposto da Terra em que o Sol brilhava.

Por mais que os dois planetas já não estejam tão próximos quanto antes, ainda estão mais brilhantes do que o normal. Caso tenha um telescópio, tente buscar pelas quatro luas de Júpiter: Ganímedes, Calisto, Europa e Io. Além disso, será possível avistar os anéis de Saturno e quem sabe uma de suas luas.

Com informações de Live Science.

Queremos nos tornar a maior referência em educação científica do Brasil e na língua portuguesa. Para isso, precisamos pagar os melhores jornalistas, revisores e freelancers de ciência. Fazendo uma doação mensal em nosso , você nos ajuda a nos manter independentes e continuar o nosso trabalho sem percalços. 



Fonte Socientifica